sexta-feira, 18 de abril de 2008

MaLLaRmÉ

Achei uma boa idéiar, postar poemas/ trechos de Mallarmé, afim de que possamos ter um pequeno "acervo", divulgando assim a obra desse poeta fantástico.

“Le vif oeil dont tu regardes
Jusques à leur contenu
Me separe de mes hardes
Et comme
um dieu je vais nu.”

Segue abaixo a tradução competente de Augusto/Haroldo Campos:

" O olho vivo com que vês
Até o seu conteúdo
Me aparta de minhas vestes.
E como um deus vou desnudo."é lindo!

marcia /mec
E como um deus vou desnudo."é lindo!

1 Comment:

A Dama Luz said...

Boa idéia mesmo..

Minha professora de Literatura Brasileira, Alessandra, ela ama Mallarmé..

Pena que ela não seja ligada em Net essas coisas..

Mas, ótima idéia essa sua

;)

Namastê

Paty