quinta-feira, 17 de abril de 2008

Vestes de nós

Ela vem vestida de pele ....corre teus dedos em meus pelos com destreza

Calma

Despe-se de moral

Veste-se de êxtase

Boca carmim

O meu e o teu corpo em uma só alma

Ela vai e vem com teus olhos que perfuram.... penetram ..dilaceram .....

Sinto o hálito fresco no rosto .. pele alva na minha frente ....Sorriso largo de canto malicioso perfeito.

As cores que saltam no brilho dos teus olhos nos fios do seu cabelo ...minhas mãos na sua pele .....um sol .....FELICIDADE ...você e eu .......

Corre o mundo sinta a presença veja inicio contemple o fim .... EU E VOCÊ somos um ......SEMPRE ...........

Zanellizen

4 Comments:

Mirse said...

Mais um belo poema da ânsia de amar, retratando a PAZ do amor.
Calma. sorriso, cores e brilho, sol, Felicidade....Sempre.
A faze da PAZ
Parabéns Zanelli. Sempre encontro Paz nos seus poemas.
Abraços
Paz
Namastê
Mirze

Bianca Feijó said...

Eu e você somos um só sempre...

Quanta intensidade em um poema!

Ler esse poema no sabado a noite acaba com a pessoa...rsrs

Apareça no meu!

B.E.I.J.O.S

Marcelo Novaes said...

Zanelli, hermano,
Belas cadências...
As "vestes do nós" podem prender o eu como uma camisa de fogo...
Isso me faz pensar na túnica de Nessus, um personagem da mitologia grega, um centauro...

Abração,



Marcelo.

A Dama Luz said...

ÊEEÊ

Manim Manim Manim

Sem comentários!!!

Eu visualizei a pessoa aqui na minha frente..!!

HauahuhHauahruHauA

Ficou lindo!!

Paty